Sem Essa de Amélia
Crônicas   Sexo   Para Eles   Politica Rosa   Twittezow   Naveguei   Entrevistas   Tem Direito   Vou de Free
As Cantoras do Rádio
O Clube Melissa recebe a nova coleção de Verão 2016 Wanna Be Carioca nesta quinta-feira (16). Inspirada no Rio de Janeiro, multicolorida, a coleção é uma homenagem da marca à cidade que é cheia de alegria, boas vibrações,  irreverência e muitaaa belezaaaaaa. 

A coleção de verão Wanna Be Carioca veio mostrar que o jeito praiano do Rio de Janeiro combina com todos! A coleção tá um luxo só!
 
Por Sem Essa de Amélia
( 0 )
16/07
às 09:17

Sem MIMIMI!!!!

Reprodução

Alguns homens não admitem, mas sabemos que esse nosso grito de independência acabou assustando eles. E muito. Mulheres independentes em todos os aspectos, tanto no lado financeiro quanto sentimentalmente falando os deixam apreensivos. É como se eles estivessem andando em um terreno minado, nunca sabem quando podem ter uma surpresa desagradável. 

Fico 'puta da vida' quando converso com algumas amigas que, enquanto lamentam o fim de um, rolo/pegação /namoro/ noivado/ casamento usam as frases: "Sem ele eu não sei viver", "minha vida acabou", "vou me matar". (Isso é uma piada! Até por que quem quer se matar simplesmente o faz, não manda aviso). (Bocejos) 
 

ÔOOO FIA, tu deixa de palco, tu para de xaxo!
 
Precisamos de um homem que nos ame, que seja gostoso, bonito para viver bem, né? Claro que Simmmm! Mas precisamos antes de tudo, nos amar, nos achar bonita, gostosa a tal ponto de nos olharmos no espelho e dizer: "Hoje eu tô foda, quer dizer, eu sou sempre PHODA!". 

 
Como podemos esperar que alguém nos valorize, se nós mesmas não reconhecemos o nosso valor? Ao agir dessa forma, tornamo-nos frágeis e inúteis ( Não sei vocês, mas eu não sou). Ninguém gosta de estar perto de pessoas fracas, que resumem toda a sua existência a uma terceira pessoa, que coloca sua felicidade nas mãos dos outros... E só lembrando, acordem. Homem odeia mi mi mi, reme-reme. 
 
( minha vontade é meter a mão na cara de cada "mulherzinha que se comporta desse jeito. ACORDAAAA FIA!); 
 É só um desabafo. Onde eu parei mesmo?! ahhh sim. Continuação...

 
Quando estamos bem com a gente, o resto vai de vento em popa! Quando estamos bem sentimentalmente deixamos de ser apenas uma "mulherzinha chorona' e passamos a ser A MULHER INDEPENDENTE . E mesmo assustados, eles nos olham com admiração da pourraaaa, acreditem ( pagam a pau)! 

 
Então ninha,  para de pagar de "pobre coitada" ( que tu num é), para de matar a classe de vergonha... Eu até deixo você chorar, mas chora no colinho de outro ( seja dessas)!! . Se seu relacionamento acabou, vá no ritmo daquela música “Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”. E no mais, é sempre lembrar que homens não podem ser idolatrados! Eles também choram por amor (só que escondido), morrem de medo de broxar (e a gente sair contando para colegas), sofrem por causa da rejeição, e são tão inseguros quanto vocês diante disso tudo, só que com uma diferença: eles não se lamentam tanto! 

E a dica da dona amélia é: Ex bom é 'ex'malte pra passar nas unhas, ficar bonita... pra ir pra balada e arranjar outro! 
Por Sem Essa de Amélia
( 0 )
12/05
às 10:32

E o tamanho Ó!

reprodução

 O ser humano nunca está satisfeito com seu próprio corpo. Nós mulheres vivemos nessa busca constante pelo corpo perfeito (barriguinha negativa, pernões e bundão). Ou seja, vamos ser inseguras a vida toda em relação a sermos gordas (que muitas nem são) ou estarmos fora dos padrões estabelecidos (Bunda XG, PeitoGG). E essa minha insegurança feminina quem me fez querer saber e pesquisar se os homens têm alguma insegurança desse tipo. E não é que tem?!

 
Em nossa sociedade o homem é moldado como “o macho” e “macho que é macho” tem que ter um “pinto grandeeee”. Será? É incrível ver a vaidade masculina em relação ao seu pênis. Muitos chegam até batizar o “bichinho” com nomes próprios e apelidos muita das vezes ridículos, mas extremamente engraçados #MORTA. Quem nunca ouviu um carinha dizer: “Vou enfiar meu Plinelson Silva todo em você”. Vale aqui ressaltar e lembrar que Plinelson Silva é o guitarrista de uma banda de pagode baiana. Sinceramente, dá vontade de chorar de rir.
 
Para alguns homens, o pênis é uma “máquina”, “uma obra de arte”, “uma arma”, um símbolo de poder. E ai de quem diga que não! Pra eles, nós mulheres, damos extremo valor ao tamanho do “bendito” (a circunferência da coisa é mais importante que o comprimento, acreditem).
 
Na realidade, gostamos do que o “pinto” faz! Do cheiro, do gosto gostoso!. Passamos a vida inteira em busca do encaixe quase perfeito, mas não é um pênis gigantesco que vai nos deixar loucas. O homem tem que saber usar sua ferramenta independente do tamanho que ela tenha. O pênis ideal basta ter um tamanho considerável!  Não é necessário ter um pinto de 20 centímetros para satisfazer uma mulher (mas se tiver, obaaaa! Risos).  O tamanho nada tem a ver com a masculinidade, potência ou resistência de um homem. E Hoje sabemos com segurança que a área de maior sensibilidade feminina é o clitóris e a entrada do conduto vaginal (estou falando isso com base em leituras científicas). 
 
É bom lembrar mocinhos que muitas mulheres não gostam de “pinto” exagerado. Geralmente eles acabam causando um desconforto (dores), o que consequentemente significa não ter nenhum prazer.  Nossas “bixinhas” são elásticas, mobilizadas pelos estímulos sexuais permitindo que se adapte aos mais diferentes tamanhos de pênis (P, M, G).
 
Então, meninos a dica do Sem essa de Amélia é:
 
Não vamos deixar de amar (comer) vocês por causa do tamanho dos pintos. Sexo é importante, mas não é tudo! Deixem de nóia, de palco, de drama... “PAREM DE ARMAR”! É mais provável vocês perderem uma mulher (as golpistas), por não ter um carro importado ou uma conta bancária, do que não ter o pinto igual ao de “kid Bengala”. Nós valorizamos o conjunto, o ser “homem” como um todo. Estão vendo como somos humanas?  Depois dessa lição, passem a enxergar as mulheres da mesma forma humana com que nos enxergamos vocês.  Obrigada. De Nada.
 
 
Por PK Souza
( 0 )
Cantora Luciana Alves



Mais uma vez vamos falar de um assunto que não sai da boca das blogueiras, leitoras, atrizes e cantoras! O batom Matte Dailus Pro. 

Simmm, os queridinhos do momento( Ummm luxooooo).

Com cores fortes que vão do roxo Fru Fru aos nudes, como Sissone cor de boca e Laço de Fita que é rosadinho, a Dailus traz uma paleta de cores bem bacana e o preço é MARA!!!!!!!!!
 
 A Dona amélia testou e amou... 
 
O que achamos?
 
Pigmentação: A pigmentação dele é muito boa. Em uma passada já fica bem forte a cor, a segunda é apenas para dar mais acabamento ( cores do babado).
 
Efeito Matte: Testamos outras marcas, mas a Daillus veio sambando na cara da concorrência.  Esse é beeem mate, fica tipo uma tinta na boca ( tu abala, mulher)!
 
Transferência: Não transfere no beijo, no copo, na taça ( o namorado amou). 
 
Durabilidade: A duração é total satisfatória. Fim de festa e você com o seu batom impecável ( as inimigas vão pirar)
 
Quer ter um desses?  Temos uma consultura Luxo à disposição de vocês
 
Mariana; (75)91230436 ( entrega pra todo Brasil)
IG; @mari_batonsdailus
 
Diva que é Diva tem sempre um Dailus na bolsa.
 
Beijo, Ninhas!!!!!

Por Sem Essa de Amélia
( 0 )
reprodução



Ele é um idiota!!!!!!

 

 

Os exibicionistas:

Tem um determinado tipo de "OMI" que tem mania de achar que só porque ele tem:

* um carro bacana (financiando em 200 anos pra pagar de 300 vezes)

* roupas de marca (made in Feiragay)

* casa com piscina e um diploma pendurado na parede (mas escreve saudades com L)

que nós mulheres temos obrigação de querer um relacionamento (ficar, pegar) só pelo simples fato desse possuir essas tralhas.

Primeiramente, não somos tuas nêga (mulher boa é independente bê) e segundamente, não somos obrigadas (muaaah, beijim no ombro nada, é na nossa independência mesmo!). Essas são as primeiras das muitas características.

 

 

Ratinhos de Academia:

Tá bom que estamos numa fase geração saúde. Treino, alimentação balanceada e todo aquele bá blá blá em torno do tão sonhado corpo MARAVILINDO. BINGO! Concordamos que é muito bacana ter um parceiro bem definido (há quem ache os rechon    chudinhos deuses). Mas existe uma diferença enorme entre um cara com um corpo gostoso, com músculos bem distribuídos e definidos e uma casquinha de sorvete (braços fortes, pernas finas). Ficamos aos prantos, quando vamos à academia (isso quando dá) e nos deparamos com aquela "RUMA" de OMI no estilo Johnny Bravo se achando os pegadores (brocadores).

 

Hora do Conselho (por que quem não ouve conselho, ouve coitado já dizia minha vozinha). ATENÇÃO!!!

Homens, a academia não vai cobrar mais caro se vocês usarem também os aparelhos de perna. Ser malhado ou não, não fará de vocês Os Caras, mas ter um corpo de sorvete é UÓ!!! Entendam: preferimos sorvete Berthillon (um dos melhores de Paris) que além de super saudável é uma DILICIA! Metida? Eu? Magina...

 

Falastrões:

Se vocês são desses que adoram sair por aí falando que pegou (comeu) fulana de todas as posições imagináveis e inimagináveis (e na maioria das vezes nem comeu, e se comeu não passou daquele papai e mamãe muito do ridículo) e que ela não presta pelo simples fato de ter lhe dado: vem cá ninho, receba meu abraço e PARABÉNS!!!!!!!! Você acaba ganhar seu atestado master, ultra, mega de perfeito IDIOTA.

Homens que falam sobre suas intimidades e denigrem a imagem das mulheres são verdadeiros babacas, imaturos que tem como alvo apenas e somente o ato de se autopromover. A que não sei. Imagino o ouvinte olhando na cara dele e se perguntando: WTF (WHAT THE FUCK = Que merda é essa?)??? Amélia também é cultura (inútil, mas cultura), Amélia também sabe Inglês.  

Nós preferimos a linha mais madura e inteligente. E se tem uma coisa que mulher gosta é sentir-se segura em todos os aspectos. Preferimos os que se promovem menos e COPULAM mais.

 

Recado da Dona Amélia:

Esses são os primeiros tópicos de uma a lista de mais de 145765 tipos de diferentes idiotas. É uma classe completamente heterogênea. Eles estão espalhados por aí, em todos os lugares e cada dia vem crescendo (eles brotam). Se você tem um deles por perto, lamento informar: você também é uma idiota. Estamos de olho.

 

Recado dado,

 

ATT,

 

Dona Amélia 

Por PK Souza
( 0 )
Facebook Coerência Feminina

Não me traga flores se não é capaz de respeitar minhas cores.

Não me traga bombons se vai ficar controlando meu peso.
Não me coloque coroas na cabeça se fala mal do meu cabelo, do meu decote, do ser que eu sou.
Não me parabenize por um dia de rememorar a morte de muitas companheiras trancafiadas numa fábrica, quando lutavam para e pelos meus direitos, se não compreender a real necessidade de discutir as relações de gênero.
Não me escreva poesias, nem apele para minha sensibilidade se não vai me incluir enquanto feminino na linguagem.
Não me trate como divindade, mas também não vem com aquele papo besta de Alistamento Militar.
Não me sujeite.
Não me abane.
Eu quero igualdade.
Não busco riquezas, não me chame de Maria objetos, pois eu não preciso deles.
Eu quero a liberdade , não pode as minhas asas e com elas irei voar.
Não subestime a minha capacidade, não me trate como menos que você.
Divida o trabalho doméstico comigo, invés de esperar na sala que eu traga a sua janta.
Aceite que eu mereço receber o mesmo salário que você.
Não reafirme os estereótipos, não espere que eu seja princesa e não me julgue se eu quiser transar com você num primeiro encontro.
Não me obrigue a transar com você se eu não quiser.
Não me violente.
Deixe que eu seja dona de meu corpo e escolha o que for melhor para mim. Não me criminalize por eu ter feito aborto.

Meu corpo foi feito para parir, eu aguento, eu posso. Eu me fortaleço.
Eu cresço e apareço, eu me fortaleço parindo normal, de forma humanizada, sem invasões, sem cortes, sem cesariana!

Não me dê nada!
Deixe que eu busque de igual para igual,
Não, pera...Mas como fazer isso se me encontro em situação de subalternidade?
Deixe-me empoderar, falar, lutar. Deixe-me colocar minhas pautas.
Não me cale!
Deixe que eu mesma me represente.
Não seja meu tutor (a), patrão (ao) e nem dono (a).
Mas me veja mulher- borboleta saindo do casulo.

Entenda quando eu falar que quero a libertação do machismo, eu não estou sendo misândrica, mas lutando por igualdade de direitos.
As nossas diferenças não me inferiorizam.
Aprenda que não sou inimiga das outras mulheres. Isso nos foi ensinado. Mas nós iremos transgredir e buscar sororidade.
Sou flor de carne e osso. Força que rompe entranhas. Determinação para hastear bandeiras de liberdade e luta.
Megafone de milhares e milhões que nunca viveram suas vidas.
Eu me faço mulher quando luto por mim, por você, por uma humanidade mais justa.
Eu sou o tipo de mulher que não aceita tipificações.
Eu não caibo em teu quadrado.
Eu não sou o que escolheram pra mim.
Eu me construo na luta, aqui e agora.
Meu dia é todo dia.
Meus fardos são pesados, minhas dores são de parto.
Eu não vou me esconder, calar, ceder.
Me deixe ir e vir, aproveitar da cidade, sem medo de sair a noite e ser atacada.
Não me diga piadas chulas, não me peça pra que eu me dê o respeito, pois ele é meu por direito.
E o que eu quero nesta luta é poder contar com
você.

Por Ana Paula Duarte
( 0 )